PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E OPERAÇÕES DE ENSAIOS EM VOO – AVIÃO (PGLS-EOEV-AV)


A Pós-graduação em Engenharia e Operações de Ensaios em Voo é um diferencial para aumentar a empregabilidade, pois o profissional terá:

O conhecimento teórico e prático do desempenho, das qualidades de voo e dos sistemas de vários tipos de aeronaves;

O conhecimento teórico e prático de gestão de ensaios em voo;

Aulas práticas em simuladores e em aeronaves;

Conhecimento dos requisitos usados por autoridades de Certificação Aeronáutica (ANAC, FAA etc.) em processos de Certificação de Tipo e Suplementar de Tipo;

Aulas e convívio com instrutores com larga experiência no setor aeronáutico e de trabalho junto à autoridades aeronáuticas nacionais (ANAC, IFI) e internacionais (FAA, EASA);

Opção de especialização em avião e/ou helicóptero; e

Diploma de Pós-graduação registrado no MEC.

I – DESCRIÇÃO GERAL

O  Curso de Pós-graduação em Engenharia e Operações de Ensaios em Voo é voltado para Pilotos Privados, Comerciais e de Linha Aérea com formação superior, Engenheiros das diversas habilitações, Profissionais com formação em Ciências Aeronáuticas, e demais Profissionais com nível superior que tenham experiência aeronáutica de no mínimo dois anos.

O Curso é uma especialização para pilotos com nível superior, Engenheiros, Profissionais com formação em Ciências Aeronáuticas, e demais Profissionais com nível superior que tenham experiência aeronáutica de no mínimo dois anos, que farão contato com os aspectos da engenharia e operação real do voo de ensaios.

O Curso é desenvolvido também de forma prática por meio de voo em diversos tipos de simuladores e de aviões.

O Curso cobre os aspectos de Conhecimentos Aeronáuticos, Ensaios de Desempenho, de Qualidades de Voo, de Sistemas e de Gestão de Ensaios em Voo.

II – OBJETIVOS DO CURSO

OBJETIVO GERAL

Proporcionar conhecimentos e técnicas para o piloto planejar, realizar e analisar voos: de experiência, de ensaios em voo de baixo risco, de produção, de recebimento de um fabricante, de um vendedor ou de uma empresa de leasing, considerando que esse piloto adquiriu durante o Curso conhecimentos teóricos e práticos para realizar os ensaios em voo nos limites preconizados no Manual de Voo da aeronave.

Proporcionar conhecimentos e técnicas para o engenheiro planejar, coordenar e analisar voos: de experiência, de ensaios em voo de baixo risco, de produção, de recebimento de um fabricante, de um vendedor ou de uma empresa de leasing, considerando que esse engenheiro adquiriu durante o Curso conhecimentos teóricos e práticos para planejar, coordenar e analisar um voo de ensaios nos limites preconizados no Manual de Voo da aeronave.

O conteúdo programático do Curso contempla ainda, o programa para Cursos de formação de Piloto de Ensaios em Voo – Nível 2 (PEV-2), previstos pela ANAC na IS 61.15-001D.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Conhecer as principais técnicas de ensaios e realizar as manobras típicas de ensaios em voo de desempenho e de qualidades de voo;

Conhecer as principais técnicas de ensaios para diversos sistemas;

Desenvolver a capacidade de preparar um Plano de Ensaios em Voo, Cartões e Relatórios de Ensaios em Voo;

Desenvolver a capacidade de coordenação entre o engenheiro/especialista e o piloto de ensaios em voo;

Comparar dados técnicos obtidos em voo com o Manual de Voo aprovado pela autoridade aeronáutica; e

Conhecer todos os aspectos do planejamento e de execução de um voo de ensaio.

III – CRITÉRIOS PARA A ACEITAÇÃO DE MATRÍCULA

1 – Piloto:

Para a realização da matrícula no Curso o candidato o piloto-Aluno deverá:

Ter Curso superior completo;

Ter a licença de Piloto Comercial;

Possuir uma habilitação MNTE (ou equivalente em equipamento multimotor) válida;

Possuir um CMA de primeira classe válido até o fim do Curso, a ser apresentado até 60 dias antes do início dos voos em avião;

Possuir uma habilitação IFR e MLTE (não precisam estar válidas);

Possuir, no mínimo, 400 horas de voo registradas;

Ter voado, no mínimo, quatro tipos diferentes de aeronaves;

Ter realizado um Curso de Jet Training ou possuir, no mínimo, 10 horas de voo aeronave jato ou turboélice.

2 – Engenheiro (com formação em áreas afins) e demais Profissionais com nível superior:

Embora não existam exigências da ANAC para engenheiros demais Profissionais com nível superior, o Aluno poderá realizar do Curso, caso:

Tenha completado um Curso superior de engenharia em áreas afins com a atividade de aeronáutica, ou um Curso superior de ciências aeronáuticas, ou demais Cursos de nível superior (com comprovação de experiência aeronáutica de no mínimo dois anos); e

Possuir uma declaração médica, emitida nos últimos 60 dias que antecedem os voos em aviões, que declare que não há restrições para a realização de atividade aérea em avião até o final do Curso.

Obs: Os Alunos deverão assinar uma declaração de ciência de voo em avião experimental que será utilizado no Curso.

IV – DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ALUNOS (GERAL)

Os Alunos serão avaliados pelas (os):

Listas de exercícios entregues;

Provas realizadas;

Monografia – Projeto Investigativo Aplicado à Aeronaves (escrito e apresentação oral);

Fichas de voo em simuladores; e

Fichas de voo em aeronaves e relatórios de ensaio.

GRAUS E MÉDIA FINAL DOS CURSOS

A composição da nota final do Aluno será baseada na média ponderada obtida nos 2 Módulos dos Cursos, conforme descrito na tabela “Cálculo da Nota Final”.

Cálculo da Nota Final

TIPO DE AVALIAÇÃO PESO MÉDIA FINAL
Média das notas das listas de exercícios 0,3

Soma dos valores dos itens anteriores dividido por 4

Média das notas das provas teóricas realizadas 0,7
Médias (normalizada) dos graus das fichas de voo em simuladores 1
Média (normalizada) dos graus das fichas de voo em aeronaves e relatórios de ensaios em voo 1
Trabalho de final de Curso (trabalho escrito e apresentação oral) 1

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

Será considerado aprovado o Aluno que: Obtiver média final igual ou superior a 6,0; Ter comparecido em 80% ou mais das atividades teóricas do Curso; e ter participado de 100% das atividades práticas do Curso.

Obs: Para o Aluno cujo aproveitamento em todas as disciplinas for minimamente 80% (oitenta por cento) de frequência e 7,0 (sete inteiros) de notas em cada componente curricular do Projeto Pedagógico do Curso será fornecido o Certificado de Conclusão de Curso de Piloto de Ensaios em Voo – Nível 2 (PEV-2).

AVALIAÇÃO DE VOOS EM SIMULADORES E EM AVIÕES

Nos voos em simuladores e aviões o instrutor avaliará a reposta do piloto-aluno em termos cognitivos e psicomotor atribuindo um grau dessa avaliação no nível aplicação e no nível prática, respectivamente.

Nos voos em simuladores e em avião o instrutor avaliará a reposta do engenheiro-aluno em termos cognitivos e de trabalho em equipe, atribuindo um grau dessa avaliação no nível aplicação e no nível prática, respectivamente.

O instrutor deve emitir um grau final da ficha de voo, que deve ser uma ponderação, tomando por base o desempenho em cada exercício e a sua importância relativa, usando a mesma gradação utilizada para os itens psicomotores, cognitivos e de trabalho em equipe, supracitados.

Em caso de grau final deficiente (inferior a 5) o aluno deverá repetir o voo em simulador ou avião, limitado a duas repetições.

V – MODALIDADE E DURAÇÃO DO CURSO

O curso será realizado nas modalidades EAD, on line e presencial de acordo com os módulos:

Módulo 1 – Teórico de Ensaios em Voo: EAD

Módulo 2 – Prático em Simuladores e Aviões: EAD, on line e Presencial.

O curso terá duração mínima de 12 meses e máxima de 18 meses e iniciará em 18 de agosto de 2023.

VI – LOCAL DO CURSO

As aulas serão mistas: EAD, on line e presenciais.

Aulas teóricas na modalidade EAD  (Opcionalmente algumas aulas teóricas poderão ser on line e presenciais);

Aulas práticas em simuladores: Campus ETEP, Av. Barão do Rio Branco, 882 – Jardim Esplanada, São José dos Campos – SP,

Aulas práticas em aviões: nos aeródromos do Vale do Paraíba, SP, e região de Campinas, SP.

VII – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO TEÓRICO

B

Módulo 1 – Teórico de Ensaios em Voo

Submódulo 0 – Familiarização Aeronáutica;

Submódulo 1 – Fundamentos de Ensaios em Voo;

Submódulo 2 – Aerodinâmica;

Submódulo 3 – Desempenho;

Submódulo 4 – Qualidades de Voo;

Submódulo 5 – Motores e Sistemas Mecânicos; e

Submódulo 6 – Sistemas Aviônicos.

VIII – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PRÁTICO

Módulo 2 – Prático em Simuladores e Aviões

Submódulo 7 – Gestão de Ensaios em Voo;

Submódulo 8 – Instrução Técnica de Aeronaves;

Submódulo 9 – Aprontos e Voos;

Submódulo 10 – Projeto Investigativo Aplicado à Aeronaves (PIAA) – Monografia; e

Submódulo 11 – Visitas, Palestras e Avaliações.

IX– SIMULADORES DO CURSO

Simulador B737NG

Simulador F-16

Simulador de Aviação Geral

X – AERONAVES DO CURSO

Quasar

Corisco

Extra 300

PR-XLX | Extra 330LX | Private | Nathan Tallette | JetPhotos

XI – INSTRUTORES

XII – CARGA HORÁRIA

Mínimo de 360 tempos de aula (um tempo de aula equivale a 50 minutos); e

Serão realizados 5 voos em aviões durante o curso.

XIII – CERTIFICADO

Pós-graduação Latu Senso em Engenharia e Operações de Ensaios em Voo; e

Piloto de Ensaios – Nível 2 (PEV-2).

XIV – BRINDE

Para o Módulo 2 – Prático em Simuladores e Aviões, o Aluno ganha um macacão de voo com as respectivas bolachas do curso. Venha fazer parte da Turma Sirius Delta – 2023!

XV – INVESTIMENTO E CONDIÇÕES DE PAGAMENTOS

OPÇÃO PARCELAS VALOR (R$) MENSALIDADE
A À VISTA 72.760,50
B 12 79.308,90 6.609,10
C 18 83.310,80 4.628,40
D 24 85.857,40 3.577,40

Obs: Sócios da ABRAPAC possuem desconto de 5,5% do curso.

XVI – INTERESSOU?

SOLICITE O ACESSO AO MATERIAL PREPARATÓRIO PARA A PGLS-EOEV-AV

O MATERIAL A SEGUIR É DIRIGIDO PARA OS CANDIDATOS NÃO PILOTOS E NÃO FAMILIARIZADOS COM AERONAVES, E É LIVRE O ACESSO!

XVII – FAÇA SUA PRÉ-INSCRIÇÃO PARA A TURMA 2024

PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E OPERAÇÕES DE ENSAIOS EM VOO - AVIÃO